Compartilhamentos

VALDEÍ BALIEIRO

O debate entre os candidatos a prefeitura de Santana que seria realizado na noite desta quarta-feira, 28, foi cancelado após falta de energia elétrica no Bairro Fonte Nova, onde fica o estúdio da STN TV,  canal 46. Houve tumulto e acusações depois de Marcivânia Flexa (PC do B) ter sido barrada por estar 1 minuto atrasada, segundo a emissora.

Participariam do debate Elias Real (PRTB), Isabel Nogueira (PT), Ofirney Sadala (PSDC), Robson Rocha (PR), Zilma Balieiro (DEM) e Marcivânia Flexa (PC do B).

Segundo a organização do debate, em reunião com os assessores de todos os candidatos ficou acertado que o horário limite para chegar ao debate seria até 20h30min.

De acordo com a direção da emissora, Marcivânia Flexa (PC do B) chegou um minuto fora do tempo estabelecido e foi impedida de entrar.

A diretora da emissora, Andréa Freitas, ainda consultou os adversários de Marcivânia perguntando se eles concordavam com a participação dela, mas eles rejeitaram.

“Esta emissora se entristece com a falta de respeito pelo descumprimento das regras, das quais a candidata tinha conhecimento, embora não tenha sido representada na reunião preparatória que aconteceu semana passada, na emissora”, disse a direção em nota. 

Houve protestos da militância da candidata em frente ao prédio da emissora, que começou o debate com apenas cinco candidatos. 

Minutos depois, uma das fases da rede de alta tensão no bairro caiu, fazendo com que a energia oscilasse dentro do prédio e as luzes ficassem piscando. 

Em entrevista ao site SELESNAFES.COM, Andréa Freitas disse que militantes atiraram ovos e pedras na emissora, e que os funcionários foram hostilizados.

“Estou profundamente triste com tudo que ocorreu. Tivemos até equipamentos danificados, estamos fazendo o levantamento disso”,  comentou.

O programa acabou sendo cancelado. A coordenação da coligação de Marcivânia nega de militantes tenham danificado a rede de alta tensão do bairro.

“Em Santana falta energia e existem oscilações todos os dias. Ninguém da nossa militância fez isso”, garantiu o coordenadora da campanha, Odair Freitas. 

Seria o primeiro debate entre candidatos na história da TV em Santana, que confirma a fama de ter eleições tumultuadas. Quem sabe na próxima eleição.  

 

Compartilhamentos