Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Um mutirão do Corpo de Bombeiros levou mais de 20 doadores ao Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap), na manhã desta sexta-feira, 25. Houve comemoração especial pela passagem do dia nacional do doador de sangue.

Voluntários compareceram ao Hemoap em dia de ação. Fotos: Cássia Lima

Voluntários compareceram ao Hemoap em dia de ação. Fotos: Cássia Lima

Os doadores foram recepcionados com bolo e muita festa logo na entrada do Hemocentro. O Corpo de Bombeiros conseguiu mobilizar 22 voluntários para um gesto de solidariedade. A capitã Ana Carolina foi uma delas.

“É a primeira vez que vim doar. Esse projeto me incentivou e revolvi aproveitar. É um sentimento de bondade e a gente nem sabe quem vai ajudar, mas dá uma satisfação enorme”, disse a capitã.

Capitã Ana Carolina:

Capitã Ana Carolina: satisfação em ajudar

De acordo com o diretor do Hemoap, Sávio Guerreiro, existem 20 mil doadores cadastrados no hemocentro, mas apenas 18 mil doam anualmente. Isso significa uma média de 70 doadores diários. Mas não é o ideal, que seria de 100 doadores diários já que as plaquetas de sangue só duram 5 dias.

“Nós sempre trabalhamos nos feriados para o estoque não cair de vez. Mas hoje é um dia de agradecer ao anônimo doador de sangue, que ele se engrandeça pelo ato de generosidade e fraternidade e pedimos para novos doadores virem doar”, destacou o diretor.

Manoel Pena:

Manoel Pena: começou a fazer doação para ajudar amigo

Para o vendedor Manoel Pena, de 34 anos, doador há 6 anos, doar sangue é obrigatoriedade da vida. Ele começou a doar para ajudar um amigo e desde então não parou mais.

“Desde então não parei de contribuir pensando que o próximo podia ser um amigo ou até eu mesmo. Eu fiquei sensibilizado com isso e continuo doando sempre que posso. É uma satisfação pessoal”.

O capitão Helder Souza também já é doador antigo. Ele que já chamou a família para doar, foi ao Hemoap para reafirmar a solidariedade ao próximo.

“É um sentimento que a gente vivencia todos os dias no nosso trabalho de ajudar ao próximo. Essa é nossa missão, e fazer essa doação é um gesto de caridade ao próximo”.

Capitão Helder: doação é gesto de caridade

Capitão Helder: doação é gesto de caridade

Doação

Para doar é necessário ter mais de 16 anos, mais de 50 kg, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 24h, ter dormido bem, estar alimentado e disponível.

O Centro de Hemoterapia do Amapá (Hemoap) fica localizado na Avenida Raimundo Álvares da Costa, esquina com Jovino Dinoá, S/N, Centro.

Compartilhamentos