Compartilhamentos

SELES NAFES

Nas primeiras horas de Black Friday, nesta sexta-feira, 25, fiscais do Procon de Macapá autuaram duas sapatarias e uma loja de departamentos do centro comercial da capital por propaganda enganosa. Em função da quantidade de denúncias que estão chegando, o Procon espera fazer mais autuações até o fim do dia.

As denúncias são de que muitas lojas, inclusive algumas de grande, fizeram ornamentações da Black Friday, mas na realidade não estão oferecendo nenhum desconto diferenciado, o que contraria o espírito da campanha que vai durar 3 dias em todo o Brasil

“Deveria ser uma promoção diferente de tudo que as lojas praticam durante o ano, mas elas estão induzindo o consumidor ao erro. Fazem a propaganda na frente da loja, mas na verdade estão dando descontos que já fazem parte da rotina da loja”, explica o diretor do Procon do Amapá, Eliton Franco.

Lojas oferecem o mesmo desconto do ano inteiro. Fotos: Divulgação

Lojas oferecem o mesmo desconto do ano inteiro. Fotos: Divulgação

“O Código de Defesa do Consumidor pune a propaganda enganosa por omissão, imagina por má fé”, acrescentou.

Muita gente amanheceu a sexta-feira na porta de uma grande loja de departamentos que pertence a uma franquia nacional atrás das promoções do ano, mas houve decepção com as ofertas e os consumidores denunciaram ao Procon. Os fiscais constaram a denúncia e autuaram a loja.

Todas as lojas autuadas terão 10 dias para apresentar defesa no Procon. O valor das multas vai variar de acordo com o tamanho dos empreendimentos.

A fiscalização do Procon vai continuar até o fim da Black Friday, que a maioria das lojas, felizmente, está praticando de verdade.

Compartilhamentos