Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

O Projeto Social “Nadadores do Amanhã”, do Corpo de Bombeiros formou a primeira turma na nesta quinta-feira, 15. Ao todo, 45 adolescentes estão aptos a praticar técnicas de salvamento e cidadania.

O projeto de inclusão social trabalhou por mais de 7 meses com crianças e adolescentes em vulnerabilidade socioeconômica, de ambos os sexos, na faixa de 11 a 14 anos, por meio da natação, noções de cidadania, atividades “bombeirísticas”, e formação de cidadãos mais responsáveis.

Adolescentes foram formados depois de 7 meses de trabalho. Fotos: Dicom/CBM-AP

Adolescentes foram formados depois de 7 meses de trabalho. Fotos: Dicom/CBM-AP

“Eles não aprenderam só a nadar, eles exercitaram a cidadania, a educação escolar, e, principalmente, a ajudar o próximo. Nossa meta é ampliar o projeto para a Zona Norte no próximo ano”, destacou o capitão Helder Souza.

A formatura ocorreu no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Nadadores do Amanhã surgiu da necessidade da corporação em continuar exercendo sua responsabilidade social, de forma a contribuir positivamente para a sociedade amapaense.

No próximo ano, duas turmas serão ofertadas, cada uma de 50 alunos, uma para Zona Sul e outra para a Zona Norte.

Aprenderam não apenas a nadar e salvar, mas também sobre cidadania

Aprenderam não apenas a nadar e salvar, mas também sobre cidadania

Compartilhamentos