Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Cinco pessoas, entre elas duas mulheres, foram presas por tráfico de drogas no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá, no fim da tarde da quinta-feira, 1º. Os flagrantes foram efetuados por policiais militares que desconfiaram de um casal em uma motocicleta, e partir da abordagem conseguiram chegar a mais drogas e até a uma pistola furtada de um PM.  

A operação comandada pela Companhia de Rádio Patrulhamento Motorizado (CERPM) do 4º Batalhão da PM começou com uma abordagem de rotina em frente ao Hospital de Pronto Socorro da cidade, no Bairro Nova Brasília II. Os suspeitos eram um casal em uma moto CB 300 de cor vermelha.

Tabletes de crack não tiveram o peso informado. Fotos: Olho de Boto

Tabletes de crack não tiveram o peso informado. Fotos: Olho de Boto

Suspeita ao lado de objetos eletrônicos que, segundo a PM, podem ser fruto do comércio de drogas

Suspeita ao lado de objetos eletrônicos que, segundo a PM, podem ser fruto do comércio de drogas

Na revista, os policiais descobriram que o casal carregava uma porção de crack. Eles foram identificados como, Leandro da Silva Wanzeler e Fernanda laiana Santos. Wanzeler levou os PMs até uma casa na Travessa 11 do Bairro Provedor, onde havia mais três elementos, sendo dois homens e uma mulher.

Em revista na residência, os PMs encontraram um tablete ainda fechado de crack. No imóvel, os policiais apreenderam vários objetos eletroeletrônicos.

Moto onde estava o casal que levantou suspeitas

Moto onde estava o casal que levantou suspeitas

“Uma caixa de som e uma TV que são, possivelmente, frutos do comércio de drogas”, comentou o sargento Ângelo Silva, do 4º BPM.

Em seguida, Wanzeler levou os policiais até sua residência onde havia mais um tablete e meio de crack, além uma pistola 380 furtada da casa de um policial militar. Também foram apreendidos mais de R$ 3,8 mil em dinheiro.

Os outros suspeitos presos no Provedor foram identificados como, Fernando da Silva Brito, Anyela Brenda Vidal Cardoso e Maycon da Silva Brito. Todos os acusados e objetos foram apresentados na 1ª Delegacia de Polícia de Santana. 

Compartilhamentos