Compartilhamentos

De Santana, FERNANDO SANTOS

Pela primeira vez, uma mulher comandará os rumos da Câmara de Vereadores de Santana, município a 17 quilômetros de Macapá. A professora Helena Lima (PRP), eleita para o primeiro mandato em outubro, venceu a disputa nos bastidores e encabeça a única chapa inscrita para o pleito.

Na quinta, 29, as articulações rondaram, inclusive, o Palácio do Setentrião, com a entrada do governador Waldez Góes (PDT) no processo. Apesar de ser do mesmo partido de Josival Abrantes, ex-presidente da Câmara, não ficou claro quem o governador apoiou.

Na tarde desta sexta-feira, 30, no fim do prazo para a inscrição de chapas, a única oficializada foi de Helena Lima. A chapa dela é composta por mais 4 vereadores: a vice presidente, Drª Kátia Lima (PPN); o 2º Vice, Marco Aurélio (PSD); o 1º secretário, Ângelo Santos (PCdoB); e o 2º secretário, Fabiano Leandro (PR).

Governador Waldez Góes com a única chapa inscrita e grupo que apoia Helena Lima. Foto: Divulgação

Governador Waldez Góes com a única chapa inscrita e grupo que apoia Helena Lima. Foto: Divulgação

Além dos componentes da chapa, a professora Helena conquistou também o apoio de mais 6 dos 15 vereadores da Casa, totalizando 10 parlamentares.

“É uma honra para mim. Estou pronta para servir e melhorar a qualidade de vida da nossa população e tornar Santana a cidade que queremos”, garantiu Helena Lima, que já comemora a eleição.

Além dos membros da mesa diretora, todos os vereadores que apoiam a professora Helena são da base do prefeito eleito, Ofirney Sadala (PSDC), que também é aliado do governador Waldez Góes.

Ofirney Sadala vai começar governo com maioria na Câmara

Ofirney Sadala vai começar governo com maioria na Câmara

O prazo para inscrição de chapa encerrou às 18h desta sexta-feira. Como não houve outra inscrição, a chapa da professora Helena Lima será homologada no próximo dia 1º de janeiro de 2017 como a primeira mulher a comandar o Poder Legislativo da segunda cidades mais populosa do Amapá.

“Pra mim é um evento histórico. Pela primeira vez uma mulher vai presidir o nosso legislativo. Estou feliz”, concluiu Helena.

Compartilhamentos