Compartilhe

Da Editoria de Turismo

Há muitas maneiras de conhecer e se deliciar nas cristalinas águas do Mar do Caribe, localizado entre a América do Sul e a América Central. Mas enquanto muitos escolhem chegar até lá saindo pelo Amazonas, Roraima ou pela Guiana Francesa, tem amapaense que já descobriu uma outra rota saindo de Brasília ou São Paulo com destino à Colômbia, um país que não é um destino turístico tão badalado mundialmente, mas que tem bons preços, proporciona paisagens incríveis, conhecimento sobre costumes e uma rica culinária.

É na Colômbia que fica a cidade de Cartagena, destino visitado e registrado pelas lentes da amapaense Luana Maranha, que fez um relato para os leitores do portal SELESNAFES.COM. Ela fez a viagem sozinha, encontrou brasileiros, se divertiu muito e viu paisagens de tirar o fôlego, sem falar do contato impagável com novas culturas e tradições. 

Por LUANA MARANHA

Cartagena Das índias – ou simplesmente Cartagena -, na Colômbia, é uma cidade localizada às margens do Mar do Caribe. A charmosa arquitetura colonial remete imediatamente o turista aos pequenos e pacatos povoados europeus, com suas ruas estreitas, as pessoas simpáticas e receptivas, aparentando sempre aquela alegria despreocupada capaz de deixar qualquer um à vontade.

A colonização, predominantemente europeia e africana, deu o tom das cores vibrantes e do perene ar latino que envolve cada lugar.

caribe 4

Arquitetura colonial às margens do Caribe

A parte principal da cidade é o centro histórico, conhecido como “Cidade Amuralhada”, declarada Patrimônio Mundial pela Unesco em 1984. O nome vem da muralha erguida para defender o lugar dos invasores durante os séculos XVII e XVIII.

No seu entorno, encontramos praças, casarões antigos, igrejas, museus e restaurantes. A melhor forma de explorar e aproveitar todas as nuances do lugar é caminhar ou pedalar (como eu fiz) por toda sua extensão. Se você leu “Amor nos Tempos do Cólera” vai conseguir identificar vários cenários do famoso romance, já que Cartagena foi o palco e a inspiração de várias obras do grande Gabriel Garcia Márquez.

caribe 1

Centro história na “Cidade Muralhada”

O clima do lugar lembra muito o de Macapá, com sol e calor na maior parte do tempo, dando aquela sensação abafada que tão bem conhecemos. O que poderia parecer um ponto negativo é, na verdade, um convite para caminhar pelas ruas sem pressa, explorando cada cantinho do lugar, dando-se preguiçosas pausas para descanso aqui e ali, sempre usando roupas confortáveis e leves.

Uma dica essencial é visitar o Tabacaron, situado na calle 38. Para quem aprecia boa culinária, música de qualidade e os magníficos charutos cubanos, é indispensável gastar preguiçosamente algum tempo lá ouvindo Buena Vista Social Club, enquanto o aroma de um genuíno Cohiba se espalha pelo ambiente.

caribe 6

Tabacaron: boa cozinha, música e charutos Cohiba

caribe 2

Casarões da antiga aristocracia

Cartagena é muito frequentada por mergulhadores

Cartagena é muito frequentada por mergulhadores

A ambientação do local é espetacular, e ao entrar temos a sensação de atravessar um portal para uma outra época, onde a vida é embalada por música caribenha.

À noite em Cartagena é movimentada, contaminada pelo clima latino que tão bem conhecemos e que nos agrada. Nas ruelas, sempre povoadas por turistas, é possível sentir uma leve brisa que deixa o clima mais ameno e mais convidativo a passeios noturnos.

E nada de se preocupar com a segurança: há constante presença de policiais por toda parte, tornando o risco mínimo até mesmo durante a madrugada.

caribe 9

Pequeno forte no trajeto das Ilhas Del Rosário

Vista para a parte moderna da cidade. Sim, ela existe! Lógico que não chega a ser charmosa e bucólica quanto a parte histórica.

Na Cartagena moderna, prédios, shoppings e lojas predominam e tomam conta da paisagem até onde os olhos alcançam, dando ao turista a chance de experimentar um contraste único.

Esse da foto é o Bairro de Boca Grande, com uma enorme orla banhada pelo caribe, mas um pouco imprópria para banho (pelo menos para mim, rs).

caribe 5

Ruela comum em Cartagena, que é bastante movimentada à noite, especialmente por turistas

Mas, calma! Se é Caribe, óbvio que mergulhar nas águas cristalinas de lá tem que fazer parte do pacote, né? E para viver essa experiência, fui até as Ilhas Del Rosario.

É um arquipélago formado por trinta pequenas Ilhas, situado a quarenta minutos de barco de Cartagena. Os turistas costumam praticar mergulho profissional ou amador para ver animais marinhos, mas simplesmente entrar, mergulhar e relaxar nesse cenário paradisíaco, sem hora para sair das águas, também é uma ótima pedida.

caribe 8

Vista para o Cartagena moderna e cosmopolita

caribe 3

Selfie de Luana Maranha em mais um dia de passeio

O passeio pelas ilhas é acompanhado por guias turísticos do lugar, que falam um espanhol de fácil compreensão para nós, mesmo para aqueles que nunca estudaram a língua.

Casarões aristocráticos de época, como esse aí da foto, são facilmente encontrados por toda a parte, remetendo a um passado de nobreza e grandiosidade.

Na semana que vem, eu falo da praia e da culinária de outra ilha, San Andreas.

COMO IR:

Avião: há vôos TAM/LAN, Avianca e Copa saindo de Brasília ou São Paulo. São 5 horas de voo até o Panamá (Aeroporto Tucumen) e depois 1 hora e 10 minutos para Cartagena (Aeropuerto Rafael Núñez).

Navio: Cartagena recebe transatlânticos do mundo inteiro, é uma boa ideia para quem pretende conhecer outros lugares.

Onde ficar: Existem diversos tipos de hotéis, albergues e outros para todos os tipos de bolsos, o booking.com.br é o site mais indicado para procurar.

Quando ir: Por ser uma cidade turística, é comum estar movimentada o ano todo. O período chuvoso é de maio a novembro, como disse anteriormente, é uma cidade quente e bastante úmida. Recomenda-se que evite passeios durante o meio dia.

Moeda: COP (peso colombiano) R$ 1 equivale a 921 pesos (cotação atual)

* Luana Maranha, 21 anos, é estudante de Direito, tenista nas horas vagas e apaixonada por viagens.

Compartilhe