Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O sonho do título no futebol foi adiado para os meninos do Amapá que estavam representando o Brasil no Mundial Sub-13 no Qatar. Depois de uma campanha com duas vitórias, um empate e uma derrota, o time levou um gol do adversário no segundo tempo e não conseguiu se recuperar. 

Os garotos, de 11 a 13 anos, estavam embalados por duas vitórias consecutivas com goleadas para cima do Sudão e Chile, e um empate contra a Rússia numa partida de superação no domingo, 12, quando os brasileiros estavam atrás no placar.

O jogo com os Emirados Árabes pelas quartas de final começou às 6h desta segunda-feira, 13, hora do Brasil. Após a derrota, a tristeza naturalmente tomou conta da delegação, apesar da certeza de que a equipe foi mais longe do que se esperava. 

“Alguns estão tristes, mas outros entenderam a dinâmica do jogo. O mais importante é que a seleção brasileira fez um excelente trabalho e foi a que mais se destacou, inclusive com uma relação muito boa com as outras seleções. Tinha muita gente torcendo pelo Brasil. Agradecemos a todos que torceram. Não perdemos. Deixamos de ganhar”, resumiu o presidente da Federação Amapaense de Futebol, deputado federal Roberto Góes (PDT), que chefiou a delegação. 

O bom desempenho dos meninos amapaenses rendeu novo convite da Confederação Brasileira de Desporto Escolar. No ano que vem, a equipe estará de novo no Mundial Sub-13 representando o Brasil. O país sede da competição não foi divulgado. 

A data do retorno para o Amapá ainda não foi definida. É possível que equipe permaneça no Qatar até o fim da competição, no dia 16.

Compartilhamentos