Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Os jovens Cosme Gama Rodrigues, 23, e Rômulo Vitor Pereira de Souza, 16 anos, foram assassinados na madrugada desta sexta-feira, 31, no Bairro Vale Verde, no Distrito de Fazendinha, distante 9 quilômetros de Macapá. Segundo testemunhas, o autor do duplo homicídio foi um indivíduo de capacete que invadiu a residência em uma vila de kit nets onde um grupo comemorava um aniversário, na Rua Sapucaí, por volta de 4h.

As duas vítimas estavam na residência, junto com outras três pessoas e teriam entrado no kit net quando começou a chover. Passado um tempo dentro do local, eles foram surpreendidos pela ação fria do criminoso, que chegou a bater antes de entrar e se identificou como “De Menor”. Ele chegou junto com uma pessoa de moto, que ficou do lado de fora esperando a conclusão do ato.

Jovens comemoravam aniversário quando casa foi invadida por criminoso que disparou. Fotos: Olho de Boto

Jovens comemoravam aniversário quando casa foi invadida por criminoso que disparou. Fotos: Olho de Boto

Cosme Gama Rodrigues, conhecido como Leleco, de acordo com relato das testemunhas seria o alvo do assassino. Ele tinha passagem pela polícia e respondia na Justiça por tentativa de homicídio.

O adolescente Rômulo Vitor Pereira teria sido uma vítima aleatória, pois não tem passagem pela polícia e havia fugido de casa na madrugada. A mãe pensava que o garoto estava dormindo, mas ele trancou o quarto por dentro e fugiu pela janela.

Mãe do adolescente morto achava que o filho estava em casa, dormindo

Mãe do adolescente morto achava que o filho estava em casa, dormindo

Rômulo Vitor foi o primeiro a ser morto, com um tiro. Ele estava na sala. Enquanto Leleco foi morto com dois disparos, entre o quarto e o banheiro do kit net.

“Tudo indica que ele veio para matar o maior de idade, a perícia já esteve aqui e vai comprovar que tipo de rixa motivou o crime”, disse o tenente Alfaia do 1º Batalhão da Polícia Militar (1ºBPM).

Leleco respondia por tentativa de homicídio

Leleco respondia por tentativa de homicídio

Adolescente pode ter sido vítima aleatória

Adolescente pode ter sido vítima aleatória

A perícia removeu os corpos por volta de 6h e encaminhou para investigação no IML. As pessoas que testemunharam as mortes não souberam dar detalhes do criminoso, nem da moto em que estava.

Compartilhamentos