Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

A Páscoa será positiva para o comércio macapaense em 2017. É o que indica uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 22, pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio do Estado do Amapá (IPDC). A expectativa é que 60% da população pretende comprar doces nesse período.

A pesquisa foi encomendada pelo Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios do Estado do Amapá (Sindgeneros), que apontou uma busca por ovos da Páscoa, barras de chocolates e bombons.

DSC_0465

Expectativa positiva do comércio mesmo com recessão. Fotos: arquivo/SELESNAFES.COM

“A pesquisa é específica para consumos de produtos relacionados à Páscoa. Mas o que destacamos é que a população vai pechinchar muito antes de comprar chocolates”, frisou a economista do IPDC, Beatriz Cardoso.

Segundo ela, o estudo apontou que os chocolates industrializados serão mais procurados por 60% da população. 40% dos entrevistados irão comprar ovos, 28% caixas de bombons, 17% serão chocolates em barras e o restante é caseiro.

Beatriz Cardoso: população deve pechinchar muito antes de comprar chocolates

Beatriz Cardoso: população deve pechinchar muito antes de comprar chocolates

Do total dos entrevistados, 71% disse que vai fazer pesquisa de preço e a preferência de 63% é comprar em supermercado. O estudo ouviu 398 pessoas no município de Macapá. A media é que o macapaense gaste até R$ 100.

“Apesar de vivermos num momento de recessão, nós sabemos que os consumidores virão atrás do produto. A gente acredita que a Páscoa será moderada para o comércio. Temos uma expectativa que seja melhor que 2016”, disse o presidente do Sindgeneros, José Arimatéria.

Compartilhamentos