Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

O Ministério da Saúde prorrogou até 9 de junho a campanha de vacinação contra a influenza em seis dos 16 municípios do Amapá que não atingiram a meta de 90% de cobertura vacinal. A campanha tem como foco grupos prioritários, dentre eles, idosos e trabalhadores da saúde. 

Os dados da Coordenadoria Estadual de Imunização revelam que Itaubal ficou com 44% da cobertura vacinal, Pracuúba com 51%, Ferreira Gomes com 72%, Oiapoque também com 72% e Mazagão com 75%. Desses, a situação mais alarmante é em Pedra Branca do Amapari que só teve 43% do público alvo imunizado.

“Estamos intensificando a campanha nos grupos prioritários desses seis municípios e na população indígena que é o caso de uma grande população em Pedra Branca e Oiapoque”, ressaltou a Coordenadora Estadual de Imunização, Andréa Marvão.

Pedra Bramca é o município com menor cobertura vacinal. Foto: arquivo/SELESNAFES.COM

Em Macapá, a meta era imunizar 77,9 mil pessoas, mas foram vacinadas 92 mil, ou seja, mais de 102% do foco inicial. Mesmo assim, a prefeitura da capital vai continuar com a vacinação até o dia 09 de junho para as crianças do grupo d2, que receberão a segunda dose da vacina.

A campanha de vacinação tem como foco idosos acima de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres que estão com até 45 dias após o parto, detentos e menores infratores, assim como, servidores do sistema prisional.

 

Foto de capa: Semsa

Compartilhamentos