Voluntários tem recepção especial no Dia do Doador de Sangue

Programação visa atrair novos doadores para o hemocentro que recebe número de doadores abaixo do necessário
Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

O Dia do Doador de Sangue teve comemoração especial no Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap) nesta quarta-feira (14). Mas apesar da data, as doações ao hemocentro estão escassas, o que deixa o estoque de sangue baixo.

Os voluntários do Hemoap foram recepcionados com café da manhã especial, limpeza de pele e um certificado de honra ao mérito. A ação homenageia os doadores antigos e busca novos voluntários.

Número de voluntários do Hemoap ainda é insuficiente. Fotos: Cássia Lima

“Nós estamos em constante campanha para receber novos voluntários. Esperamos que as pessoas nos procurem pela honra de salvar vidas”, ressaltou a chefe da captação de doadores do Hemoap, Marilda Ferreira

A voluntária Adriana Cleize Figueiredo, de 25 anos, completou um ano como doadora e tenta estimular os familiares a praticarem o ato de solidariedade.

“Foi uma programação diferenciada, e é uma alegria estar sendo reconhecida por essa doação que é um verdadeiro ato de amor ao próximo”, disse a voluntária.

Estefanny Batista: ajudar o próximo é fundamental

Apesar das comemorações, o receio da direção Hemoap é que o estoque diminua ainda mais em julho, mês que geralmente registra baixa nas arrecadações.

Estefanny Batista, de 34 anos, doou pela primeira vez meses atrás para ajudar uma amiga. O ato de solidariedade foi satisfatório e ela decidiu voltar hoje.

“Eu me senti bem e decidir voltar. Vou continuar ajudando o próximo. Hoje isso é fundamental pra mim”, disse a doadora.

Adriana Cleize Figueiredo: ato de amor e solidariedade

Atualmente, o hemocentro tem 33 mil doadores cadastrados. Mas de janeiro até maio deste ano apenas 8,2 mil fizeram doações. Hoje foram cadastrados 51 candidatos, mas destes, 40 estavam aptos.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.