Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Uma professora criou um projeto de conscientização de turistas para a Festa de São Tiago, que acontece no município de Mazagão todos os anos, no mês de julho. No projeto, realizado em parceria com grupos folclóricos da região, foram definidos pontos onde durante a festa será proibido estacionar.

Entre os pontos mais problemáticos, está o da rota onde acontece a encenação da batalha entre Mouros e Cristãos. A lateral das ruas por onde passa o cortejo é tomada por carros.

No folder elaborado pela organizadora do projeto e professora de história, Josiane Calazans,  está definido que será proibido estacionar nas Ruas Senador Flexa, Don Macedo Costa, Maués, na Rua do Laguinho, Travessa Nossa Senhora de Assunção e Avenida João Coelho, todas localizadas no centro de Mazagão Velho.

Orientações gerais sobre a festividade ajudarão turistas

“Todos os anos acontecem os mesmo erros, as mesmas situações. Então, eu sentei com os grupos folclóricos da comunidade e expliquei de que forma poderíamos tratar essas situações. Porque muitas das vezes chamamos os visitantes de ignorantes, mas parte da culpa é nossa que conhece a problemática e não fazia nada”, falou a professora.

Além desta problemática, a professora aponta a falta de estrutura da cidade, como pousadas e restaurantes.

“Principalmente alojamento para esse povo que está à procura e não tem mais, já está tudo alugado”, especificou a professora.

Este ano, a festa ocorrerá entre os dias 26 e 28 de julho

Em 2016, segundo Calazans, mais de 20 mil pessoas participaram da festa. Este ano a probabilidade é que esse número dobre. O motivo seria a abertura da ponte da Integração Washington Elias dos Santos, inaugurada em dezembro de 2016.

A Festa de São Tiago acontece entre os dias 16 e 28 de julho.

Compartilhamentos