Compartilhamentos

COLUNA

 por SELES NAFES

O ex-governador do Amapá, Camilo Capiberibe (PSB), resolveu topar o desafio lançado pelo senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP). Ele iniciou pelo PRB a articulação para tentar compor uma ampla frente de partidos progressistas que teria o nome do senador na disputa pelo governo do Estado.

O cafezinho foi tomado com o presidente do PRB no Amapá, Hildegard Gurgel, que também é marido da secretária de Estado de Políticas para as Mulheres, Aline Gurgel.

Procurado pelo portal SELESNAFES.COM, Hildegard Gurgel confirmou o conteúdo da conversa, que ele diz ter sido agradável e bastante informal.

“Fui lá para escutar, porque o Camilo tem meu respeito. Já foi governador e continua sendo uma grande liderança no Estado. Falei que a Aline está de licença maternidade, mas em outubro voltará para reassumir a pasta. E falei que não temos a intenção de abandonar o governo”, revelou o presidente do PRB.

“Respeito muito o ex-governador, mas é pouco provável sairmos da base do governo atual”, encerrou.

Camilo não comentou o resultado da conversa com o presidente do PRB.

“Convidei o amigo Hildegard Gurgel do PRB para tomar um café e conversar olhando para 2018. A ideia é construir a frente progressista para o Amapá. O PSB está aberto e queremos viabilizar a eleição de um governador comprometido com o Estado. Os nomes para compor a chapa majoritária são o do senador Randolfe e do senador Capi. Aline Gurgel viria ao Senado”, anunciou Camilo numa rede social, onde também postou uma selfie com Gurgel.

Compartilhamentos