Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um mototaxista morreu ao ser atingido por um carro em alta velocidade, na madrugada desta quinta-feira (3), na zona sul de Macapá. Segundo a Polícia Militar, testemunhas disseram que o veículo causador do acidente participava de um racha.

A tragédia ocorreu por volta das 4h30min, na Avenida 1º de Maio, no cruzamento da Rua Hildemar Maia, Bairro do Buritizal.

Testemunhas informaram à PM que os dois motoristas estariam apostando corrida. Eles trafegavam na avenida e teriam avançado a preferencial da Hildemar Maia no momento em que a vítima passava.

Wendell Azevedo de Aguiar, de 34 anos, foi atingido violentamente. As equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu ainda estiveram no local, mas nada puderam fazer pelo mototaxista, que estava sem passageiro.

“No horário em que ocorreu o acidente, perto das 5h da manhã, estava bem tranquilo, mas populares afirmam que era um racha. (…) um dos carros seria um Siena prata, mas nós não temos como afirmar. Por enquanto é só informação de populares”, enfatizou o cabo Dione, do Batalhão de Trânsito da PM (BPTran).

Mototaxista morreu antes de ser atendido pelas equipes de socorro. Fotos: Olho de Boto

Wendell não teve chance de desviar dos carros

O Batalhão de Trânsito acredita que imagens de câmeras de segurança das residências irão ajudar a esclarecer a morte do mototaxista e identificar o carro que causou a tragédia.

Colegas do mototaxista estiveram no local e lamentaram a morte de Wendell Aguiar. A vítima trabalhava durante o dia em uma distribuidora de água e a noite rodava como mototaxista.

“Ele (a vítima) fazia ponto na (Rua Professor Tostes) com a Avenida Timbiras. (…) Pessoas que estavam lanchando numa lanchonete próxima disseram que os carros estavam fazendo pega na 1º de maio e o nosso amigo vinha pela Hildemar Maia. (….) É mais um amigo nosso que se foi”, comentou o mototaxista Márcio Siqueira.

Vítima trabalhava numa distribuidora durante o dia, e a noite como mototaxista

 

Compartilhamentos