Compartilhamentos

FERNANDO SANTOS

Maria Valentina, de 6 meses de vida, ainda não sabe o que é enxergar ao seu redor. Ela nasceu com catarata congênita e sua visão está comprometida. Mas, segundo os médicos, o problema é reversível e pode ser solucionado com uma cirurgia que custa R$ 18 mil. A família não tem o valor, e pede ajuda.

Menina mora em comunidade rural em Mazagão Foto: Arquivo Pessoal

Filha de pais ribeirinhos, Valentina mora numa comunidade rural no Rio Tambaqui, em Mazagão, distante 33 quilômetros de Macapá.

Laudo confirma diagnóstico e ao lado o orçamento da cirurgia Foto: Reprodução

Quando a pequena tinha 3 meses, seus pais perceberam os primeiros sinais de cegueira e procuraram um médico. Ela foi diagnostica com a doença e precisa passar por cirurgia nos dois olhos antes de completar 1 ano de idade.

Atualmente, a menina está em Brasília, recebendo assistência médica em unidades privadas. A família dela procurou ajuda para buscar o serviço particular com medo de não conseguir em tempo realizar o procedimento através da rede pública.

“Ela recebe muito amor de todos nós da família, mas a gente precisa mesmo, agora, é de ajuda para fazer esse anjo enxergar”, pediu Maiara Souza, tia da menina.

Livro traz nomes de pessoas que ajudam nas doações Foto: Arquivo Pessoal

Os laudos mostram que Valentina precisa fazer as cirurgias nos dois olhos o quanto antes. Os dois procedimentos custam R$ 18 mil, além de outras despesas. A família decidiu fazer um apelo para quem puder ajudar doando qualquer quantia em dinheiro.

“Temos que ajudar a Valentina. Estamos pedindo a ajuda de todo mundo. Aqui em Brasília, estamos indo nos gabinetes dos deputados e senadores para nos ajudarem. Estamos com um livro de fotos dela e a pessoa que doa, assina o nome, e não temos dúvida de que Deus vai retribuir em dobro a boa ação”, falou a tia.

Para doações, a família disponibilizou o número de conta bancária Agência 3346-4, conta 39.560-9, Banco do Brasil, em nome de Rômulo Barbosa Vieira.

Compartilhamentos