Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Dois jovens foram espancados por populares em via pública acusados de terem assaltado uma mulher que estava numa pizzaria nas proximidades da Praça Chico Noé, no Bairro do Laguinho, área central de Macapá. Os dois foram obrigados a deitar no chão e aguentar palmas e pauladas nas nádegas.

O caso ocorreu na noite do último domingo (5), mas apenas nesta terça-feira (7) o vídeo começar a circular no WhatsApp.

Quando uma equipe do 6º Batalhão da Polícia Militar chegou ao local, eles ainda apanhavam e já estavam bem feridos. Populares que presenciaram o assalto haviam perseguido e imobilizado a dupla.

No vídeo, é possível ver algumas agressões e os jovens implorando para que elas cessassem. 

Os acusados foram levados ao Hospital de Emergência de Macapá, e em seguida tiveram que ser liberados pela polícia, já que a vítima não quis registrar queixa, apesar de ter reconhecido os assaltantes. 

Sem vítima, sem provas, sem crime. O medo de denunciar atrapalha o trabalho das polícias Militar e Civil.

“Sem isso o infrator acaba sendo liberado, e muitas vezes volta a cometer crimes, inclusive novamente contra a mesma vítima”, comentou o tenente Carlos Morais, do 6º BPM.

Compartilhamentos