Compartilhamentos

As escolas do Amapá têm até o dia 15 deste mês para fazer o cadastro no banco de dados do Censo Escolar da Educação Básica, sendo que o prazo não será prorrogado. A escola que não efetuar o cadastro ficará impedida de receber recurso financeiro para merenda, transporte e outros serviços.

Das 890 escolas presentes no Estado do Amapá, incluindo públicas e privadas, apenas 39,5% já fecharam o preenchimento, mas 146 ainda nem começaram, como é o caso dos municípios de Amapá, Calçoene, Cutias do Araguari, Itaubal, Laranjal do Jari, Macapá, Mazagão, Oiapoque, Pedra Branca do Amapari, Pracuúba, Santana, Serra do Navio e Tartarugalzinho.

Falta de informações pode prejudicar escolas em vários municípios,

Falta de informações pode prejudicar escolas em vários municípios

A assessora de Pesquisas Educacionais da Seed, Cláudia Cunha, explicou que esses dados contribuem para o planejamento de políticas públicas e melhoramento da educação e permitem traçar metas essenciais para as escolas. Os diretores que não respeitarem esse prazo serão responsabilizados. “Os diretores estão cientes do prazo, a grande preocupação é com as escolas que não preencherem nenhum dado, pois ficarão fora do Censo e não receberão recursos federais”, advertiu a assessora.

CENSO ESCOLAR

O Censo Escolar é coordenado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e é realizado todos os anos no país. É um levantamento de dados estatístico-educacionais, feito com a colaboração das secretarias estaduais e municipais de Educação e com a participação de todas as escolas públicas e privadas.

As informações coletadas são classificadas em quatro categorias: escolas, alunos, professores e turmas, com todos os detalhamentos possíveis, preenchidos na internet, através do site www.educacenso.inep.gov.br

Foto: Agência Amapá de Notícias

Compartilhamentos