Compartilhamentos

Policiais civis e militares do Amapá receberam um alerta de colegas de outros estados sobre a entrada no Amapá de duas armas de grande poder de fogo e que estão nas mãos de criminosos. Uma fonte da Polícia Civil confirma a informação de que os dois fuzis, de fabricação americana, estão escondidos em uma área de pontes de Macapá.

São fuzis M-16 e Bushmaster .233 (foto acima), equivalentes aos fuzis da “Inbel” utilizados pelo Grupo Tático Aéreo (GTA) e o Batalhão de Operações Especiais (Bope), só que melhores. “Temos na prática os mesmos calibres dos criminosos que usam os fuzis Bushmaster, melhores por serem mais leves. As nossas são nacionais. Elas são pesadas e falham”, garante a fonte.

A polícia tenta descobrir com quem estão os fuzis que entraram pela fronteira com a Guiana Francesa. Os policiais amapaenses começaram a ser alertados por colegas que investigam o tráfico de armas no Brasil e acreditam que as armas estão em Macapá.

O alerta é para que os policiais redobrem os cuidados em ocorrências que envolvam assaltos a bancos e explosões de caixas eletrônicos. Contra armas pesadas, os coletes à prova de bala pouco podem fazer.

O site SelesNafes.Com tentou falar com o delegado geral da Polícia Civil, Tito Guimarães, mas o telefone estava desligado no início da tarde desta sexta-feira, 31.  

Compartilhamentos