Compartilhamentos

Na primeira sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Macapá na manhã desta quinta-feira, 5, teve prestação de contas do prefeito Clécio Luis (Psol). Além de detalhar investimentos, o prefeito voltou a dizer que 2015 será um ano de enxugar despesas.

Clécio Luís relembrou as dificuldades para pagar R$ 20 milhões em salários atrasados, e ressaltou que conseguiu reformar e ampliar 13 escolas, além de articular a chegada de 54 profissionais do programa “Mais Médicos”. No ano passado um dos destaques foi a inauguração do Complexo Macapá Criança e do CEU das Artes.

O vereador Aldrin torrinha foi eleito segundo vice-presidente

O vereador Aldrin Torrinha foi eleito segundo vice-presidente. Fotos: Cássia Lima

Entre serviços de manutenção da capital, ele destacou a limpeza e 60 quilômetros de asfaltamento, e ainda a entrega de 528 casas do conjunto Mestre Oscar Santos. “Todos os gestores devem prestar contas à sociedade. E o prefeito fez seu papel”, destacou o presidente da Câmara Municipal, Acácio Favacho.

A mensagem do prefeito também incluiu as três diretrizes de ação do Poder Executivo para o ano. “O primeiro ponto é reduzir custos; colocar em prática obras que tiveram recursos captados nesses dois anos e que depende, também, das parcerias com o governo. E, por fim, a relação com a Câmara para a interlocução com a sociedade”, frisou.

A primeira sessão do ano teve a presença de 20 dos 24 vereadores, que elegeram o vereador Aldrin Torrinha (Pros) como 2º vice-presidente no lugar de Edna Auzier (Pros), eleita deputada estadual. 

Compartilhamentos