Compartilhamentos

Foi adiado para o dia 23 de fevereiro o início das aulas na rede municipal que estava previsto para o próximo dia 09. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), o principal motivo é que técnicos da prefeitura do Governo do Estado dialogam e analisam conjuntamente alternativas para que nenhuma criança fique fora da sala de aula.

As matrículas tanto na rede municipal como na rede estadual já foram concluídas. Agora, a Semed aguarda do Estado o número real de alunos que não conseguiram se matricular, para então buscar meios de absorver essa demanda em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seed).

“A decisão de aguardar mais uma semana para dar início ao ano letivo é a mais prudente. O objetivo é garantir vagas para todas as crianças. Para isso, contamos com a sensibilidade da Seed que se prontificou a trabalhar junto com a gente para solucionarmos os problemas. Até a quarta-feira, 11, teremos um quadro real da situação”, explicou a secretária municipal de Educação, Antonia Andrade.

Atualmente o município possui aproximadamente 36 mil alunos na rede de ensino, distribuídos em 80 escolas e 22 anexos. Este ano foram oferecidas mais de 3 mil vagas no ensino fundamental e 3 mil na educação infantil.

 

Compartilhamentos