Compartilhamentos

Uma equipe da Unidade de Policiamento Comunitário (UPC) do conjunto Macapaba, na Zona Norte de Macapá, conseguiu prender uma quadrilha de oito pessoas, quatro delas menores de idade. Eles são acusados de invadir um apartamento e furtar uma grande variedade de objetos eletrônicos que pertencem a um profissional de tecnologia da informação.

Menores chegando na delegacia. Fotos: Jair Zemberg

Menores chegando na delegacia. Fotos: Jair Zemberg

A vítima tinha passado o dia fora trabalhando, e não soube informar em que horário ocorreu o arrombamento. Quando chegou em casa, por volta das 22 horas, encontrou o apartamento “vazio”. Notebooks, impressoras e outros aparelhos eletrônicos foram levados pelos bandidos. O apartamento não foi arrombado. A polícia acredita que os bandidos usaram uma chave mestra. A vítima acionou a UPC que logo começou a colher pistas com moradores vizinhos.

Acusados são moradores do Macapaba

Acusados são moradores do Macapaba. Alisson Ruan e Juranilson Rocha

Por volta das 3 horas da manhã desta terça-feira, 17, seguindo indicações de moradores, os policiais começaram a descobrir onde estavam os objetos furtados, e um a um dos bandidos foram sendo presos. Os equipamentos estavam escondidos em vários apartamentos e até numa casa no loteamento Açaí.

Luana e Nilma

Luana e Nilma

Foram presos Alisson Ruan Dias Viegas, de 20 anos, Juranilson Santos Rocha, de 18 anos, Luana Maia Nunes, de 22 anos, e Nilma do Socorro de Souza Favacho, de 36 anos, além de quatro adolescentes.

Todos os objetos furtados foram recuperados

Todos os objetos furtados foram recuperados

Segundo a polícia, Juranilson é o que mais tem passagens por furto e roubo. Os maiores foram levados para o Ciosp do Pacoval e os menores para a Delegacia de Investigação de Atos Infracionais (Deiai). Apesar da presença de uma UPC no conjunto, é cada vez maior a quantidade de reclamações de furtos.

Veja em vídeo a quantidade de objetos furtados no Macapaba.

Compartilhamentos