Compartilhamentos

Moradores encontraram o corpo do pescador de 30 anos que estava desaparecido desde o último dia 18 de março após um naufrágio ocorrido no Oceano Atlântico, a cerca de 30 quilômetros do município de Calçoene. O barco ainda não foi localizado.

O corpo de Andrei Luiz de Souza Almeida foi encontrado no “Igarapé Goiabalzinho”, a cerca de 20 quilômetros do local no naufrágio provocado por fortes ondas durante uma tempestade. As buscas, que estavam sendo feitas pela Marinha e pescadores locais, já tinham sido encerradas.

“Pelas nossas normas as buscas ocorrem até 72 horas depois do naufrágio, mas como havia possibilidades de a vítima ainda estar viva, nós esticamos as buscas por uma semana”, explicou o tenente Fabiano Crespo, da Capitania dos Portos.

Seis pessoas estavam à bordo. Cinco delas foram resgatadas por barcos pesqueiros locais. O acidente ocorreu em alto mar a 30 quilômetros da localidade de Ponta do Cambú, município de Calçoene.

A Capitania abriu inquérito para investigar o acidente e como o corpo do pescador foi parar  num lugar tão distante. Há a possibilidade de ele ter sobrevivo por alguns dias e ter morrido debilitado. “Vamos tomar o depoimento das pessoas que encontraram o corpo”, adiantou Crespo.

 

Compartilhamentos