Compartilhamentos

O Hospital de Emergência de Macapá foi fechado para atendimento ao público no fim da tarde desta quinta-feira, 2, depois da internação de uma mulher haitiana suspeita de estar contaminada com o vírus ebola.

Lozeline Freurine, de 25 anos, desembarcou em Macapá em voo de Sorocaba (SP), depois de passar por Brasília e Belo Horizonte, onde o desembarque dela teria sido proibido pelas autoridades de saúde locais.

Haitiana olha pelo vidro no isolamento do HE

Haitiana olha pelo vidro no isolamento do HE

A paciente teria apresentado sintomas parecidos com os do ebola, incluindo forte tosse com sangue. Ela foi imediatamente isolada em um setor do HE e o hospital precisou ser fechado durante algumas horas para o público. “A maior possibilidade é de ser tuberculose. Ela está sendo atendida por uma infectologista e exames estão sendo feitos neste momento”, informou uma assessora da Secretaria de Saúde do Estado.

Fita amarela sinaliza isolamento do HE. Fotos: Cássia Lima

Fita amarela sinaliza isolamento do HE. Fotos: Cássia Lima

O hospital foi reaberto no início da noite para atendimento ao público, mas todos os funcionários estão trabalhando com máscaras. Por volta das 19h40, a informação era de que a paciente seria transferida para um centro especializado em doenças tropicais no Hospital de Clínicas Alberto Lima.

 

Compartilhamentos