Compartilhamentos

Mais uma polêmica em torno do processo simplificado promovido pela Secretaria de Estado de Educação (Seed) para contratação de professores ganhou notoriedade nesta sexta-feira, 10. Trata-se da duplicidade de nomes que foi detectada nas listas de convocados para Macapá e Santana. Pessoas aparecem como classificadas para os dois municípios, o que deveria ser impossível, já que o sistema de inscrição só permitia um cadastro por CPF. As listas tiveram pelo menos 11 nomes duplicados.

O problema foi constatado quando a Seed divulgou na noite de ontem as listas dos classificados para Macapá e Santana. Em um dos casos o nome da candidata aparece apta para dar aulas tanto em Santana como em Macapá. Em outro caso foi encontrado na lista de professores de Macapá um nome que já havia saído na lista para a zona rural da capital.

Nome que aparece convocado para o Pacuí também aparece para Macapá

Nome que aparece convocado para Macapá também aparece para Santana

A Seed informou através de sua assessoria de comunicação que a duplicidade foi fruto de erro humano na hora de espelhar os nomes que seriam divulgados nas listas, mas que a duplicidade não significa que o candidato poderá ter dois contratos. Cada convocado só poderá estabelecer o contrato com o município pelo qual esboçou preferência no processo de inscrição.

Nome que aparece na lsita para Pacuí também está lista para Macapá

Nome que aparece na lista para Pacuí também está lista para Macapá

No final da tarde a Seed também divulgou uma retificação com 11 novos nomes de pessoas que estão sendo chamadas para ocupar aquelas vagas que tinham nomes duplicados. Veja abaixo quais são os candidatos chamados de última hora.

Retificação Duplicidades

A Seed também acrescentou que as listas que saíram para Macapá e Santana não são as últimas chamadas. Novas listas devem ser divulgadas conforme as vagas forem aparecendo.

A primeira polêmica sobre o processo seletivo aconteceu com a divulgação das primeiras listas destinadas a municípios do interior do Estado. Apareceram nomes de pessoas que já tinham vínculos empregatícios, característica vetada no edital do processo. Entre os chamados também constava o nome de um vereador, pelo PDT, do município de Pracuuba. A Seed eliminou esses candidatos.

 

Compartilhamentos