Compartilhamentos

Policiais civis e militares ficaram surpresos com a selvageria de dois rapazes presos durante a madrugada numa área de pontes do Bairro do Muca, próximo à Rua Remo Amoras, na Zona Sul de Macapá. Na delegacia, eles agiram com cinismo, não demonstraram arrependimento e prometeram matar a mãe porque foi ela quem chamou a polícia.

A ocorrência foi atendida pelo 1º Batalhão da Polícia Militar depois que a mãe desesperada acionou o 190. Bandidos estavam ameaçando entrar na casa dela para matar os filhos e destruir a casa. Eles estavam atrás de dois filhos dela, Natanias, de 26 anos, e Leoquias de Morais Rodoleiro, de 22 anos.

Policiais explicaram que os dois estavam consumindo drogas em uma boca de fumo e brigaram com outros usuários. Na fuga se refugiaram na casa da mãe que chamou a polícia. Os dois foram presos, mas ao chegar no Ciosp do Pacoval eles foram debochados o tempo inteiro, como se estivessem indo para uma colônia de férias.

Na delegacia, eles só ficaram quietos depois que um policial do Bope mandou. Reportagem e fotos: Jair Zemberg

Na delegacia, eles só ficaram quietos depois que um policial do Bope mandou. Reportagem e fotos: Jair Zemberg

“Bora puxar a nossa cana, não tem problema. Mas quando a gente sair, a gente dá cabo daquela coroa”, avisava Leoquias, com sangue no olho, e um sorriso no rosto.

O festival de besteiras e ameaças só terminou quando um policial do Bope, que estava entregando outro preso naquele momento, mandou que ele ficasse quieto.

“Agora a gente somo da Justiça. A gente fala o que a gente quiser”, respondeu ele, mas cessando as provocações logo em seguida.

Os dois irmãos são condenados por assalto com penas de 5 anos e  6 anos de reclusão, mas estavam cumprindo as penas em regime domiciliar com a condição de assinar uma espécie de ponto na Vara de Execuções Criminais de Macapá, que funciona no prédio do Fórum da capital. Como não estavam cumprindo essa determinação havia semanas, a Justiça já tinha expedido um mandado de prisão contra eles.

No total, a família tem 10 irmãos. Natanias e Leoquias irão se juntar a quatro deles que já estão presos no Iapen por assalto e tráfico de drogas. 

Compartilhamentos