Compartilhamentos

O ministro da Pesca, Helder Barbalho, disse que vai transferir para o município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá, a sede da Superintendência Federal de Pesca e Aquicultura, que hoje funciona no Centro da capital. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, 14, em visita ao Amapá.

Dos 16 mil pescadores registrados no Amapá, 6 mil são do município de Santana, ou seja, 38% do total. O restante está dividido entre outras cidades, especialmente em Amapá, Calçoene e Oiapoque, alguns dos principais polos pesqueiros do Estado.

O ministro disse que em 3 meses fará a transferência da superintendência, facilitando a vida dos pescadores que não precisarão mais se deslocar até a capital.

Durante a visita, o ministro também fez a entrega de 798 carteiras a pescadores. O documento permite a atividade e é um dos requisitos principais para a concessão do seguro defeso, período em que os peixes se reproduzem e os trabalhadores recebem o abono de um salário mínimo. O defeso ocorre entre dezembro e março.

“A visita do ministro foi fundamental não só pelas carteiras entregues, mas pelos compromissos assumidos”, avaliou o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), que acompanhou o ministro em uma visita ao terminal pesqueiro de Santana, obra que ainda não foi inaugurada em Santana por problemas técnicos.

Compartilhamentos