Compartilhamentos

A Polícia Civil com apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope) prendeu na tarde desta quinta-feira, 20, uma quadrilha que “esquentavam” motos roubadas. Foram presos três homens, e com eles documentos, chaves de moto, pinos de adulteração de chassi e uma moto adulterada. Os documentos utilizados pelos falsificadores foram furtados do Superfácil no ano passado.

A quadrilha adulterava chassis e motores de motos. Fotos: Divulgação/PM

A quadrilha adulterava chassis e motores de motos. Fotos: Divulgação/PM

De acordo com o diretor de Operações do Detran, Edivaldo Pascoal, que acompanhou as investigações e as prisões, informou que a quadrilha pegava a moto roubada e raspava a numeração do chassi e do motor, e aplicava um número novo em cima.

 

Moto adulterada foi apreendida pela polícia

Moto adulterada foi apreendida pela polícia

As motos eram esquentadas com documentos falsos. “Esses documentos são aqueles que foram furtados do Superfácil no ano passado, e que agora estão aparecendo”, explicou Pascoal. Segundo ele, não existe nas investigações nenhum indício de participação de funcionários do Detran.

A quadrilha possui equipamentos de alta precisão para adulteração de veículos. Os homens presos foram identificados como Djavan Max Monteiro Maciel, 37 anos; Leonilson dos Santos Linhares, 28 anos; e Geovan Fernandes Raposo Dias, 27. Os três foram entregues no fim da tarde no Ciosp do Pacoval.

Compartilhamentos