Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA – 

Os moradores dos bairros Infraero II e Ilha Mirim, na Zona Norte de Macapá, estão ansiosos para ver a conclusão das obras de pavimentação da principal rua que corta as duas comunidades. A Rua Carlos Lins Cortes, que já gerou muita reclamação e transtornos por causa da buraqueira, tem mais de 4 quilômetros e está recebendo serviços de terraplenagem, drenagem e pavimentação. A obra faz parte do projeto de mobilidade urbana do governo do Estado, com recursos do BNDES.

Asfaltamento faz parte de um conjunto de obras em corredores de ônibus. Fotos: André Silva

Asfaltamento faz parte de um conjunto de obras em corredores de ônibus. Fotos: André Silva

“Essa obra vai melhorar muito nossa vida aqui no bairro. A gente já não aguentava mais. No verão a poeira pega pesado, e quando chove a lama toma conta. Com esse trabalho os problemas vão acabar”, disse a artesã Maria Elza, de 47 anos.

O asfaltamento da via faz parte de um cronograma de obras espalhadas por toda cidade. Ao todo serão 52 quilômetros de asfalto que serão aplicados principalmente nos corredores de ônibus. A obra esta gerando mais de 200 empregos diretos e indiretos.

“Estamos fazendo drenagem pluvial e pavimentação da via. Aqui dentro deste bairro nós iremos asfaltar mais uma rua. Nossa previsão é que até terça-feira, 8, essa via já esteja toda pronta”, explicou o engenheiro da obra, Elione da Silva.

A obra está prevista para ser concluída até o fim deste mês

A obra está prevista para ser concluída até o fim deste mês

Como trata-se de uma rua principal, o comércio é grande na área. Os comerciantes já vislumbram bons lucros com a conclusão da obra.

“Essa rua sempre foi péssima porque nunca fizeram um trabalho sério de drenagem como está sendo feito agora. No período de chuva é muito ruim, muita lama e água empoçada. No verão é aquela poeirada. Nossas mercadorias ficam cheias de poeira e tem dias que a gente não aguenta. Essa obra veio em boa hora”, afirmou o comerciante Jack Correa, que tem uma loja de roupas.

kkkkkk

Jack Correa: agora estão fazendo o trabalho correto com sistema de drenagem para evitar poças

 

 

Compartilhamentos