Compartilhamentos

 

SELES NAFES

Nesta segunda-feira, 4, os deputados que compõe a Comissão Processante montada para investigar a gestão do presidente afastado, Moisés Souza (PSC), pretendem tomar o depoimento de representantes de duas empresas que possuem contratos com a Assembleia Legislativa do Amapá. As empresas são suspeitas de receber sem prestar os serviços esperados.

A convocação foi aprovada em reunião da comissão na semana passada. As empresas são de vigilância das residências dos parlamentares, e de turismo responsável pela emissão de passagens aéreas.

A empresa de vigilância estaria  recebendo para manter ao menos 4 vigilantes, em sistema de revezamento, na residências dos deputados, mas em algumas delas o serviço não estaria sendo realizado.

Situação pior seria a da agência de turismo. Ela teria recebido mais de R$ 1,5 milhão, mas até agora os deputados dizem não ter encontrado um único voucher emitido pela empresa.

Ao depoiments serão tomados nesta segunda-feira, às 16h.  

Compartilhamentos