Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Ao todo, 1.138 táxis estão em circulação nas cidades de Macapá e Santana, os dois maiores centros urbanos do Amapá. Desse total, apenas 250 compareceram até agora na sede do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem), no Bairro São Lázaro, Zona Norte de Macapá, para a aferição anual dos taxímetros.

O horário de atendimento é de 8h às 12h. Em janeiro, é a vez das placas de 1 a 4. Em fevereiro de 5 a 7, e em março as terminações 8, 9 e 0.

“A verificação tem como alvo constatar a precisão dos equipamentos de cobrança, para garantir que o consumidor não pague mais caro pela corrida”, explica o gerente do serviço veicular do Ipem, Ronildo Anselmo

Os taxistas que perderem os prazos estarão circulando de forma clandestina. A multa pode chegar a um salário mínimo.

Ao se apresentar no Ipem, o taxista precisa ter em mãos o certificado de propriedade do veículo, certificado de aferição de 2015  e o comprovante de endereço. 

Foto: Secom

Compartilhamentos