Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A empresa de eventos Vila Texana se pronunciou nesta sexta-feira, 5, sobre os protestos nas redes sociais de pessoas que foram ao show do cantor Wesley Safadão na última quarta-feira, 3. O principal alvo das reclamações foi a lama.

De acordo com o Vila Texana, cerca de 13 mil pessoas foram ao show de Wesley Safadão. Quem comprou ingressos para as áreas prime, vip e camarotes assistiu ao show confortavelmente.

Quem comprou espaços como área vip, prime e camarotes assistiu ao show sem transtornos

Quem comprou espaços como área vip, prime e camarotes assistiu ao show sem transtornos

Para completar a estrutura, o local de ingressos com preços mais populares recebeu uma capa fina de asfalto e uma camada de areia branca para proteger o material asfáltico que tinha sido colocado, segundo informou a empresa.

13 mil pessoas foram ao show

13 mil pessoas foram ao show

“Não esperávamos que fosse chover tanto durante 3 dias seguidos. Até o jatinho do Wesley Safadão passou por trechos de forte turbulência”, revelou o empresário que lamentou o ocorrido com os fãs.

 “Fomos recomendados pelo Ministério Público do Estado a não utilizar o sambódromo e o meio do mundo para shows. Não há locais para eventos desse porte em Macapá. Então alugamos aquele espaço e o dono ficou de providenciar o asfaltamento do lugar”, explicou o empresário Américo Neto, da Vila Texana.

Capa asfáltica e a camada de areia não resistiram

Capa asfáltica e a camada de areia não resistiram. Foto: Redes sociais

O Parque de Exposições da Fazendinha também foi avaliado como possível local do show, mas os organizadores concluíram depois que as pessoas teriam dificuldades com transporte coletivo.

“Lá seria um bom local se não tivesse esse problema de mobilidade urbana”, comentou o empresário.  

A empresa promoverá mais dois shows em Macapá nos próximos meses, entre as atrações está a banda Aviões do Forró. A Vila Texana garantiu que “os inconvenientes não irão se repetir”.  

Compartilhamentos