Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um morador encontrou dois corpos em uma área de mata próximo da Rodovia Norte-Sul, na Zona Norte de Macapá, no meio da manhã desta quinta-feira, 18. Segundo peritos da Polícia Técnica do Amapá (Politec) que analisaram a cena do crime e os corpos, às vítimas foram espancadas e levadas até o local onde foram mortas com golpes de faca e terçado.

Os corpos foram localizados por volta das 10h por uma pessoa que caminhava no lugar e chamou a Polícia Militar. Os dois estavam amarrados e com os bolsos revirados. Nenhum documento ou outro objeto foi encontrado.

Peritos estimaram a hora da morte em 2h. Fotos: Olho de Boto

Peritos estimaram a hora da morte em 2h. Fotos: Olho de Boto

Um deles aparenta ter mais de 55 anos e o mais novo na casa dos 30 anos. Eles tiveram os pés e as mãos amarrados com cintos e roupas. Havia uma camisa com sangue perto dos cadáveres.  

Os peritos acreditam que as vítimas chegaram ao local desacordadas depois de terem sido espancadas em outro lugar. Na Norte-Sul, eles teriam recebido os golpes fatais de terçados e facas pelo corpo e cabeça.

Vítima foram espancadas em outro lugar e executadas na Norte-Sul, segundo análise dos peritos

Vítimas foram espancadas em outro lugar e executadas na Norte-Sul, segundo análise dos peritos

A perícia estimou a hora da morte em 2h da madrugada. O delegado Alan Moutinho, titular da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (Decipe), esteve no local, conversou com peritos e moradores.

“Por enquanto identificamos apenas um pelo prenome de Francisco. O outro ainda não. Parentes do Francisco estão vindo de Calçoene para fazer o reconhecimento. Ainda não descartamos nenhuma tese, se foi latrocínio, acerto de contas ou briga”, explicou o delegado.  

Compartilhamentos