Compartilhamentos

SELES NAFES

Parentes e amigos do engenheiro civil Sérgio Almeida, de 41 anos, estão fazendo buscas em uma área de mata próxima do Loteamento Sol Nascente, na Zona Norte de Macapá, onde o carro dele foi encontrado na manhã desta segunda-feira, 2. Apesar das evidências de que um crime pode ter ocorrido, já que o veículo tem manchas de sangue, a Polícia Civil ainda não entrou no caso.

Sérgio Almeida está desaparecido desde o último domingo, 1º, quando foi ao almoço de aniversário de um professor no Bairro Renascer, na Zona Norte. O engenheiro também é professor da rede pública.

Segundo testemunhas, após a festa, Sérgio seguiu com seu carro até o balneário do Curiaú levando um grupo de pessoas. Horas depois ele teria ido deixar alguns amigos em suas respectivas casas.

Carro do engenheiro encontrado nesta segunda-feira, tinha manchas de sangue. Foto cedida pela pfamília

Carro do engenheiro encontrado nesta segunda-feira, tinha manchas de sangue. Foto cedida pela família

Como a Polícia Civil oficialmente ainda não  começou a apurar, parentes estão investigando por conta própria e conversaram com as pessoas que estavam no Curiaú na companhia do engenheiro. Dois deles, os últimos a ver Sérgio Almeida, não souberam explicar o que houve.

“Ele foi deixar alguns amigos em casa, mas quando chega nesses dois últimos as informações não batem. Eles dizem que estão bêbados e não lembram direito”, comentou na manhã desta terça-feira, 3, Tadeu Almeida, irmão do engenheiro.

Na manhã desta segunda-feira, o veículo de Sérgio Almeida, um Voyage preto de placas NEM-7435, foi localizado próximo de uma área de invasão atrás do antigo Planetarium. O veículo tem avarias e manchas de sangue em seu interior. O para-choque dianteiro estava dentro do carro.

As buscas seguem na mata neste momento. A família disponibilizou um telefone para quem tiver informações que levem à localização do engenheiro. É o 991665538.

Compartilhamentos