Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Polícia Técnica do Amapá (Politec) ainda não liberou o corpo do engenheiro civil Sérgio Almeida, de 41 anos, para velório e sepultamento. Por isso, o funeral só deverá ocorrer no período da tarde desta quinta-feira, 5.

A família chegou a divulgar que o corpo seria liberado no início da manhã, e que seria recebido para um breve velório e homenagens na Igreja São Benedito, no Bairro do Laguinho, por volta das 7h. Entretanto, os peritos da Politec ainda não terminaram a necropsia, que pode revelar aspectos importantes na investigação.

“Ele só deverá ser liberado por volta de meio-dia, e será recebido ainda na igreja São Benedito. O sepultamento ocorrerá 1h depois no Cemitério Nossa Senhora da Conceição (Centro)”, informou uma cunhada do engenheiro.

O engenheiro desapareceu no último domingo, 1º , depois de sair de uma festa de aniversário no Bairro Renascer na companhia de algumas pessoas para o Balneário do Curiaú. O corpo foi localizado por equipes do Grupo Tático Aéreo (GTA) e do Núcleo de Operações e Inteligência (NOI) da Polícia Civil. 

Mesmo sem exame de DNA, a família reconheceu o corpo do engenheiro depois que ele foi encontrado em estado de decomposição no KM-12 na BR-210, próximo da Comunidade de Ilha Redonda.

Compartilhamentos