Compartilhamentos

SELES NAFES

A comemoração do título da quadra junina do Amapá deste ano terminou com uma confusão generalizada, prisões e tiros com bala de borracha na madrugada desta terça-feira, 5. Integrantes e coordenadores da agremiação Estrela Junina, vencedora do festival, dizem que houve excessos por parte da PM.

A apuração ocorreu no Sambódromo de Macapá. Logo depois do anúncio de quem era a campeã, integrantes e amigos foram até à Avenida Rio Japurá com a Rua Cândido Mendes, no Bairro Perpétuo Socorro, na Zona Leste de Macapá, onde começaram uma comemoração na rua.

Ferimento produzido por bala de borracha. Fotos cedidas pela quadrilha Estrela Junina

Ferimento produzido por bala de borracha. Fotos cedidas pela quadrilha Estrela Junina

A festa se prolongou, e por volta da 1h da madrugada começou a confusão.

“Alguns meninos mais exaltados estavam dançando, tinham bebido, e tem um sargento que mora na rua que ficou incomodado com os gritos e o barulho e chamou a polícia”, disse uma coordenadora. 

“Eu pedi para que eles fizessem menos barulho, e foi quando chegou a polícia agredindo eles. Quando bateram no primeiro aí foram para cima e foi uma confusão. Foi muito vergonhoso”,  acrescenta.

Momento da apresentação da quadrilha Estrela Junina, campeã de 2016

Momento da apresentação da quadrilha Estrela Junina, campeã de 2016

Ainda de acordo com a mesma fonte, vários tiros de borracha foram disparados na direção dos integrantes deixando vários feridos. Uma pessoa que estava filmando com o celular teve o aparelho quebrado por um dos policiais, garantiu a coordenadora.

Quatro pessoas foram conduzidas ao Ciosp do Pacoval, e algumas foram atendida no Hospital de Emergência de Macapá.

A Polícia Militar ficou de se pronunciar a respeito do caso ainda nesta quarta-feira, 6.

Compartilhamentos