Compartilhamentos

SELES NAFES

O médico pediatra José Carlos Gondim não é mais o secretário adjunto de Saúde do Amapá. Ele estava despachando normalmente nesta quarta-feira, 20, em seu gabinete na Secretaria de Saúde do Estado, quando recebeu sua portaria de exoneração. Ele ficou no cargo por apenas dois meses.

Gondim entrou na Sesa em maio a convite do governador Waldez Góes (PDT) com a missão de organizar os hospitais. Na bagagem, mais de 40 anos de profissão em medicina, especializações em administração hospitalar e em auditorias.

Naturalmente encontrou algumas resistências, contudo, nenhum conflito que explicasse a saída. O agora ex-secretário adjunto diz que não teve tempo de promover grandes mudanças por que o sistema é complexo, mas acredita que deu ordens que não foram bem recebidas.

“Eu estava tentando resolver os problemas, mas os documentos ficam circulando pelos departamentos e ninguém resolve nada”, desabafou ele pela manhã.

A portaria foi assinada pelo governador Waldez Góes (PDT) no último dia 18. A Sesa ainda não anunciou um substituto. 

Compartilhamentos