Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Dois acusados de assaltos morreram num confronto com policiais do 4º Batalhão da Polícia Militar no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá. De acordo com a PM, a dupla tinha tentador invadir uma residência. Um deles costumava postar fotos nas redes sociais ostentando armas.

A troca de tiros com os bandidos ocorreu por volta das 23h, depois que policiais em patrulhamento pela Avenida Salvador Diniz foram acionados por duas vítimas.

Messias Cardoso também morreu no confronto. Fotos: Arquivo policial

Messias Cardoso também morreu no confronto. Foto: Arquivo policial

“Eles estavam de bicicleta e cada um portando uma arma de fogo. Eles meteram o pé no portão da residência das vítimas tentando entrar, mas viram a nossa viatura se aproximando e empreenderam fuga. Eles só tiveram tempo de roubar os celulares das vítimas”, lembra o sargento Onildo, do 4º BPM.

Os dois fugiram para uma área de pontes, mas antes chegaram a disparar contra os policiais. Nenhum ficou ferido. Por alguns instantes os criminosos desapareceram.

Próximo do cemitério, na Rua Adálvaro Cavalcante, no Bairro Provedor, a equipe foi informada que os dois estavam numa casa usando drogas. Os PMs cercaram a residência e anunciaram que era a polícia. 

Armas encontradas na casa onde o confronto ocorreu. Foto: Olho de Boto

Armas encontradas na casa onde o confronto ocorreu. Foto: Olho de Boto

Um dos elementos saiu da casa atirando e foi baleado. Outros policiais invadiram a residência e houve mais tiroteio, com o segundo criminoso sendo atingido. Os dois foram socorridos, mas morreram no Hospital de Emergência de Santana. 

“Atirar na nossa equipe nós vamos sempre revidar e sempre vai acabar mal para o agressor”, avisou o sargento.

Valdineri Santos Viegas Júnior, de 21 anos, o ‘Juninho’, e Messias Cardoso de Souza, de 24 anos, já tinham passagens por roubo e tráfico de drogas. Segundo a PM, Juninho gostava de postar fotos no Facebook portando armas de fogos.

Policiais encontraram revólveres calibre 38 com os dois criminosos. Na residência ainda havia uma terceira arma que também foi apresentada na delegacia.

Compartilhamentos