Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Liga Independente das Escolas de Samba do Amapá (Liesap) apresentou nesta sexta-feira, 26, o Plano de Negócios do Projeto de Carnaval 2017. Empresários, representantes das escolas de samba e governo participaram do evento no auditório do Sebrae. A expectativa é captar o montante de R$ 5,5 milhões.

O plano é voltado para o empresariado. O objetivo é incentivar o investimento do setor carnavalesco e tirar do governo a maior parte do patrocínio, que em 2015 foi de R$ 2,5 milhões para o desfile das escolas de samba.

Liesa

Segundo Liesap, carnaval de 2015 movimentou R$ 17,4 milhões 

Em meio a crise financeira pela qual passa o estado, o governo ficou de avaliar de que forma poderá colaborar

“Vamos realizar um trabalho em conjunto com outras secretarias como de Turismo, para avaliarmos qual poderá ser a nossa contribuição”, afirmou o secretário de Cultura, Carlos Matias, que na ocasião representava o governo. 

De acordo com o estudo apresentado pela Liesap, utilizando dados das secretarias de Cultura e Turismo, foram movimentados R$ 17,4 milhões durante o carnaval de 2015. As escolas do grupo especial geraram R$ 4,9 milhões. 

Ao todo foram 20 mil brincantes, 2,5 mil empregos diretos e 8 mil indiretos gerados. Cada turista gastou em média R$ 1.5 mil, totalizando R$ 1,5 milhão de renda na economia local.

Compartilhamentos