Compartilhamentos

JÚLIO MIRAGAIA

O Estado do Amapá não alcançou nota suficiente para atingir a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em nenhuma das séries e anos dos ensinos médio e fundamental em 2015. Esse é o resultado do índice divulgado nesta quinta-feira, 8, no portal do Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

Na avaliação do Inep, cada estado tem sua própria meta. Nos anos iniciais do ensino fundamental, o Estado ficou na penúltima colocação com a nota 4.5, atrás do Pará. A meta amapaense era de 4.6.

Além do Amapá, apenas o Rio de Janeiro (5.5) e Distrito Federal (6.0) não alcançaram suas respectivas metas nesse período escolar. A média nacional dessas séries foi de 5.5 e a meta de 4.9.

Já nos anos finais do Ensino Fundamental, o Amapá ocupa a posição de número 24 no ranking do MEC. A nota foi de 3.7, e a meta era 4.8. A média nacional nessas séries foi de 4.5 quando a meta era de 4.7.

Escolas municipais da capital também ficaram abaixo da meta. Foto: Seles Nafes

Escolas municipais da capital também ficaram abaixo da meta. Foto: Seles Nafes

No Ensino Médio, a nota ficou em 3.3, colocando o Amapá em 20º lugar. A meta era 3.8. Nacionalmente, a nota do ensino médio foi 3.7, e a meta era de 4.3.

Avanço no interior

Apesar do baixo desempenho, alguns municípios na rede estadual e municipal obtiveram nota que atingiu e até ultrapassou a média nacional.

A rede estadual de Porto Grande superou a meta do Ideb, e Vitória do Jari e Mazagão atingiram a nota objetivo. Porto Grande ficou com 4.5, Vitória do Jari teve nota 4.2 e Mazagão tirou 4.1.

As notas mais baixas das escolas estaduais foram de Serra do Navio com 3.6 e Calçoene com 3.5.

Cada estado tinha uma meta específica no Ideb

Cada estado tinha uma meta específica no Ideb

Pedra Branca do Amapari e Pracúuba não receberam nota. De acordo com informações no site do Ideb, as escolas estaduais desses municípios estão sem média na Prova Brasil 2015.  Elas não participaram ou não atenderam os requisitos necessários para ter o desempenho calculado.

Rede municipal

Na rede municipal, Santana superou a meta e tirou a maior nota: 4.6. A capital do estado, Macapá, teve a segunda maior nota, mas não alcançou a meta. Tirou 4.4 quando o objetivo meta era 4.8.

Serra do Navio, Pedra Branca do Amapari e Ferreira Gomes alcançaram o objetivo. Serra do Navio tirou nota 4.3, Pedra Branca 4.1 e Ferreira Gomes 3.5.

A menor nota foi de Tartarugalzinho, que tirou 3.1 e Cutias não pontuou. A nova secretária de Educação do Amapá, Goreth Sousa, informou que ainda vai reunir a equipe técnica da Seed para avaliar o resultado do Amapá.

Quem quiser consultar as notas e entender melhor o quadro geral do Amapá e do país pode acessar ideb.inep.gov.br/resultado.

Compartilhamentos