Compartilhamentos

MANOEL DO VALE
Um dos maiores peixes dos rios brasileiros, o pirarucu, será servido na noite desta quarta-feira, 14, na Cozinha Garden por alguns dos mais renomados chefs do Amapá.

Preservar esse importante peixe, através do manejo e criação em cativeiro, e ao mesmo tempo transformá-lo num produto de sucesso da gastronomia amazônica, é um dos objetivos do Festival do Pirarucu, evento que o SEBRAE realiza às 18h desta quarta, no Amapá Garden Shopping.

Solange Sussuarana é uma das chefs que participa do festival. Fotos: divulgação

Solange Sussuarana é uma das chefs que participa do festival. Fotos: divulgação

O outro é escolher o chef que irá representar a gastronomia amapaense no “Seminário Nacional do Pirarucu da Amazônia, Mostra Gastronômica e Rodada de Negócios”, que será realizado em Brasília, nos dias 9 e 10 de novembro de 2016.
Além disso, a Associação Brasileira dos Bares e Restaurantes, parceira do SEBRAE, irá escolher os três chefs que irão representar o Amapá no prêmio Dólmã 2016, no estado do Amazonas.

Entre os chefs que concorrem a indicação estão Dom Garcia, da Kitanda Café, ganhador do Dólmã 2014, Aline Lobo, chef do Bistrô Delícia Saudável, vencedora da edição do ano passado e a Solange Sussuarana, consultora do Senac, com pesquisa premiada sobre o pirarucu.

Dom Garcia, do Kitanda Café Bistrô também participa

Dom Garcia, do Kitanda Café Bistrô também participa

O Festival é uma ação do projeto Alimentação Fora do Lar em conjunto com o projeto Estruturante Pirarucu da Amazônia, em parceria com a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) e o Pesque Pague da Fazendinha.

Projeto Alimentação Fora do Lar

Iniciado este ano, o projeto Alimentação Fora de Lar é voltado para o segmento de bares, lanchonetes, restaurantes e similares. E, segundo a gerente da Unidade de Atendimento Coletivo – Comércio e Serviço do Sebrae, Denise Nunes está tendo um envolvimento muito bom por parte dos empresários e parceiros, que já passam de 100 empresas cadastradas e em atuação.

“Este projeto, em parceria com a Abrasel, realizou o Brasil Sabor no mês de julho. E agora estamos com várias programações que visam fortalecer o segmento da gastronomia, aumentar o faturamento dessas empresas e, trabalhar com inovação e criatividade, para que estas empresas possam se manter no mercado”, informou Denise, falando do objetivo do projeto.

Pirarucu
Considerado o bacalhau da Amazônia, o pirarucu pode chegar a até 3 metros de comprimentos e pesar até 250 quilos, qualidades que colocaram o animal na lista das espécies ameaçadas de extinção nos rios e lagos da região, seu habitat desde a pré-história.

Compartilhamentos