Compartilhe

OLHO DE BOTO

O município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá, amanheceu mais uma vez com notícias de violência extrema. Desta vez, dois homens foram encontrados mortos dentro de um barraco numa área de invasão do Bairro Hospitalidade. Uma terceira vítima foi internada e disse que os dois teriam se matado numa briga.

O 4º Batalhão da Polícia Militar foi acionado por volta das 5h20min desta segunda-feira, 7. Moradores da chamada “Invasão da Amcel” informaram que havia três pessoas lesionadas dentro de um dos barracos.

Cenas de violência dentro do barraco. Fotos: Olho de Boto

Sinais de luta dentro do barraco. Fotos: Olho de Boto

O Corpo de Bombeiros também foi acionado. Quando as primeiras equipes chegaram ao local, encontraram um cenário de muita violência.

No chão do barraco havia três homens, e muito sangue espalhado. Por todo o canto havia sinais de luta. Um ventilador caído estava com as palhetas cobertas de sangue.

Num colchão de casal colocado no chão havia uma vítima morta. Perto da porta havia outro rapaz com ferimentos pelo rosto e toráx. Uma terceira vítima foi socorrida e levada para o Hospital de Emergência de Santana. 

Curiosos cercam o barraco

Curiosos cercam o barraco

Os dois mortos foram identificados como, Lucas da Silva Mourão, de 16 anos; e Erimar Vilhena Queiroz, de 18 anos. Lucas Mourão tinha passagem por furto. Erimar Queiroz não tinha antecedentes.

“O sobrevivente relatou que estava dormindo, e teria acordado a confusão entre os outros dois. Ele teria recebido um golpe e desmaiado. Na versão dele, os dois teriam se matado, mas isso a Polícia Civil ainda vai investigar”, explicou o tenente Mourão, do 4º BPM.

Versão do sobrevivente será investigada pela Polícia Civil

Versão do sobrevivente será investigada pela Polícia Civil

Os dois foram mortos a facadas. O sobrevivente, Weslean Silva de Lima, de 20 anos, foi esfaqueado em uma das pernas.

Policiais militares relataram que no barraco havia um forte odor de bebidas alcoólicas e entorpecentes.

Compartilhe