Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Policiais militares em patrulhamento à 1h10min da madrugada desta quarta-feira, 25, estranharam a cena: dois homens carregavam um bebê de colo pela rua. A criança foi levada para um abrigo da prefeitura de Macapá.

Os policiais estavam passando pela Rua Claudomiro de Morares, no Bairro do Buritizal, quando viram os dois homens com o bebê. Abordados, um deles disse ser o pai da criança.

Em consulta, a equipe da PM descobriu que o homem que se identificava como pai já teve passagem pela polícia, e por isso o Conselho Tutelar foi chamado.

Conselho Tutelar da Zona Sul foi chamado pela PM. Fotos: Olho de Boto

Conselho Tutelar da Zona Sul foi chamado pela PM. Fotos: Olho de Boto

“Muito estranho àquela hora da madrugada. Um sargento explicou que um deles já tem passagem pela polícia, e não tinha documentos dele e nem da criança”, explicou Márcio Barreto, presidente do Conselho Tutelar da Zona Sul.

A criança foi levada para um abrigo pela Guarda Civil Metropolitana (GCM) de Macapá e o caso foi encaminhado para a Delegacia de Repressão a Crimes contra Crianças e Adolescentes (Dercca).

No Conselho Tutelar, o pai disse que estava levando o filho para a casa de sua mãe após uma discussão com a esposa que não queria que ele fosse a uma festa. A esposa o teria expulsado de casa junto com o bebê. Já pela manhã, a mãe contou outra versão.

“Ela disse que o marido queria ir a uma festa, e, quando percebeu, ele já tinha saído com a criança”, relatou o presidente.

Bebê no colo de uma guarda civil: briga dos pais na madrugada

Bebê no colo de uma guarda civil: briga dos pais na madrugada

Márcio Barreto: denúncias são aceitas pelo Whatsapp

Presidente do Conselho, Márcio Barreto: denúncias são aceitas pelo Whatsapp

A criança continua no abrigo, e só será devolvida à mãe quando uma equipe do conselho fizer uma inspeção na residência da família, que mora perto do local onde houve a apreensão da criança. 

“Precisamos saber se ela tem condições de criar a criança em segurança”, justifica Márcio Barreto. A visita deverá ser feita nesta quarta-feira, 25. 

O Conselho Tutelar da Zona Sul está divulgando um número de Whatsapp para denúncias, onde as pessoas poderão enviar vídeos e imagens. É o 99145-2016.

Compartilhamentos