Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A retomada da obra do Teatro Municipal de Santana foi tema de encontro nesta quinta-feira, 12, entre o prefeito de Santana, Ofirney Sadala (PSDC), e os senadores Davi Alcolumbre (DEM) e Randolfe Rodrigues (REDE). Davi, que é autor da emenda que construiu o prédio, solicitou um novo projeto para que sejam alocados recursos para a conclusão da obra. 

A primeira emenda é de 2008, quando Davi Alcolumbre ainda era deputado federal. O valor liberado inicialmente foi de R$ 2,7 milhões, e depois mais R$ 2,8 milhões que acabaram sendo perdidos em administrações anteriores da prefeitura de Santana. 

A obra chegou a ser inaugurada em 2012 pelo então prefeito Antônio Nogueira (PT), mesmo sem a obra ter sido concluída. Robson Rocha (PR), prefeito que o sucedeu, também não conseguiu retomar a obra. 

Davi Alcolumbre pediu um novo projeto para a conclusão da obra. Fotos: Ascom

Davi Alcolumbre pediu um novo projeto para a conclusão da obra. Fotos: Ascom

“Atualmente o prédio está sendo utilizado por vândalos e se transformou em um transtorno para os moradores próximos e uma lacuna que já poderia ter sido preenchida na arte e na cultura. Uma grande decepção para mim e para a população santanense, já que alocamos dinheiro público através de emenda parlamentar”, lamentou o senador. 

O senador pediu que a prefeitura apresente uma nova proposta que resulte na indicação de outra emenda para a aquisição de mobília, equipamentos de som e iluminação, além de reparos do teatro, deteriorado pelo abandono.

“O desafio junto ao prefeito Sadala é que possamos juntos buscar os meios necessários para concluirmos essa importante obra para Santana e, finalmente, termos a garantia de que aquele espaço ajudará a enriquecer nossa cultura e nossa população através das manifestações culturais e artísticas tão importantes para preservar nossa identidade. Meu compromisso é alocar novamente recursos para que o teatro municipal de Santana torne-se finalmente uma realidade”.

Teatro chegou a ser inaugurado mesmo estando inacabado

Teatro chegou a ser inaugurado mesmo estando inacabado

Consórcio

Ainda pela manhã, Davi, Randolfe Rodrigues e o prefeito de Macapá, Clécio Luis (REDE), além de  vereadores e secretários, discutiram a criação de um consórcio entre Macapá, Santana e Mazagão para tratar sobre a destinação dos resídios sólidos dos três municípios.

Ficou definido também uma força tarefa  para recuperar os recursos federais para Santana e acompanhar as obras em andamento. 

Com colaboração de Raphaela Carrera

Compartilhamentos