Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Montes de lixo, obstrução do passeio público e até esgoto sendo despejado na rua, foram algumas das situações encontradas pela fiscalização da Secretaria de Manutenção Urbanística de Macapá (Semur), na manhã desta terça-feira, 24, na Rodovia do Pacoval, na zona norte de Macapá. A fiscalização faz parte de uma verdadeira “guerra” contra os sujões da cidade.

Todo o percurso da rodovia recebeu serviços de capina, roçagem, podagem e remoção de entulhos. Os fiscais identificaram três lixeiras viciadas e um morador por colocar a sua lixeira no meio de uma rampa de acessibilidade. Mas o que chamou atenção mesmo foi o esgoto de uma casa que estava sendo despejado na rua.

Lixeiras viciadas são comuns na cidade. Fotos: Cássia Lima

Lixeiras viciadas são comuns na cidade. Fotos: Cássia Lima

Equipe da Semur realiza limpeza das ruas, durante a fiscalização

Equipe da Semur realiza limpeza das ruas, durante a fiscalização

“Nós já notificamos e multamos os donos da residência. Eles estavam jogando água da torneira e da área de serviços na rua. Essa água tem produtos químicos e faz com que o solo sofra avarias causando buracos, isso tudo é nocivo para o asfalto”, ressaltou o secretário de manutenção urbanística que acompanhou a fiscalização, Claudiomar Rosa.

A Semur teve que retirar a camada de asfalto que foi atingida pela água. Os servidores da prefeitura realizaram um serviço de raspagem e reparação do trecho na Rodovia que será entregue no próximo mês.

Secretário Claudiomar Rosa:

Secretário Claudiomar Rosa: guerra contra as lixeiras viciadas

O secretário frisou que o Pantanal será o próximo bairro a receber os serviços que devem passar por todo o município. Ele já anunciou uma verdadeira guerra contra as lixeiras viciadas e que as multas que variam de R$ 500 a R$ 2 mil, serão aplicadas como crime ecológico.

“Já identificamos que a maioria dessas lixeiras é alimentada por moradores que vem de outros bairros jogar lixo. Vamos decretar guerra aos sujões. E não vamos parar enquanto não deixarmos exemplos, que isso traz doenças, deixa a cidade feia e que precisamos combater”, disse Claudiomar.

Lixeira colocada em rampa de acesso

Lixeira colocada em rampa de acesso

A meta da Semur é que nos próximos meses o Ministério Público, por meio da Promotoria do Meio Ambiente, ajude em uma intensa campanha de conscientização da população, que seja veiculada de forma educativa e que puna as pessoas que cometam crimes ambientais.

O secretário pede ainda que a população ajude na fiscalização fazendo denúncias desse tipo para o contato (96) 99147- 1050. O número fica a disposição dos fiscais da Semur. 

Limpeza de lixeira viciada

Limpeza de lixeira viciada

Compartilhamentos