Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Os quatro sítios arqueológicos encontrados nas localidades de Açaizal I e II, próximo de Laranjal do Jari, estão sendo resgatados por arqueólogos a serviço do governo do Estado.

Nas duas localidades, no sul do Amapá, foram encontradas às margens das obras da BR-156, no início de junho, cerâmicas e urnas funerárias.

Os serviços estão sendo coordenados pela Gerência de Meio Ambiente da Secretaria de Estado de Transportes (Setrap). O trecho, onde acontecem os resgates, é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

De acordo com o gerente de acompanhamento arqueológico da Setrap, Márcio Moraes, os levantamentos de prospecção dos sítios foram realizados recentemente e, após esse levantamento, os relatórios dos achados foram encaminhados para o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O Iphan determinou que fossem realizados os resgates nos sítios Açaizal I, II e III, mas foi descartado o resgate do sítio localizado em Água Branca IV, que fica no trecho a ser pavimentado pelo governo, para não oferecer risco ao material que possa estar enterrado na área.

“A melhor forma de preservar é não mexer no local”, explicou Márcio Moraes.

Ele ressalta que os achados são considerados inéditos e muito ricos para os arqueólogos que trabalham no local. Todo material deverá ser encaminhado para um laboratório, onde serão feitas as análises e pesquisas que identificarão sua origem.

Foto de capa: Fábio de Oliveira(Secom)

Compartilhamentos