Compartilhamentos

NOTA DO EDITOR

Com apenas 38 anos, o então deputado estadual Camilo Capiberibe (PSB) foi eleito governador do Amapá na esteira de uma cadeia inédita de acontecimentos políticos. Quase sete anos depois, bem mais experiente, ele diz que governar foi uma grande honra dada pelo povo do Amapá, mas revela que gerenciar um Estado é uma função que absorve o gestor de maneira intensa num nível que poucos podem imaginar.

Nessa entrevista ao SNTV, canal de vídeos do portal SELESNAFES.COM, Camilo fala sobre ser pai, renovação da militância, parlamentarismo x presidencialismo, e de uma possível coalização progressista que teria como cabeça de chapa para o governo o senador Randolfe Rodrigues (REDE). Lembrando que o Amapá terá duas vagas para o Senado no ano que vem, e nessa corrida quem lidera é Randolfe Rodrigues.

 

Compartilhamentos