Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Policiais militares e equipes do Corpo de Bombeiros se depararam com uma ocorrência no mínimo inusitada na madrugada desta segunda-feira (14). Eles precisaram obrigar 5 jovens a descer do alto da caixa d’água que abastece o residencial São José, no Bairro do Buritizal, zona sul de Macapá. De acordo com a PM, eles estavam usando drogas a mais de 30 metros de altura.

Foi a mãe de um dos jovens, por volta da 1h30min, quem descobriu a peripécia. Ela ligou para o filho que revelou que estava em cima da caixa d’água na companhia de outros amigos.

Equipes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros foram até o local e determinaram que os jovens descessem. A ordem só foi obedecida 1 hora depois, quando os jovens terminaram de descer as escadas que ficam do lado de fora da estrutura. Tanto a subida quanto a descida precisam ser feitas como muita paciência e cuidado.

“Até os bombeiros tiveram dificuldades para subir. A gente pede que os pais tomem mais cuidados com seus filhos. Temos informações de que são vários fazendo isso que já está costumeiro”, comentou o aspirante Alberto, do 1º BPM.

Equipes da PM e do Corpo de Bombeiros foram até o local. Fotos: Olho de Boto

Os cinco jovens, três rapazes e duas moças, a maioria menores de idade, foram detidos. O Bope precisou subir até o topo da caixa d’água para fazer uma varredura.

“Foi encontrada uma garrafa de vodka e mel que eles usam no cigarro de maconha”, revelou o tenente Cecílio, do Bope.

“Foi perigoso até para a equipe policial, muito cansativa a subida e a descida. Não oferece segurança nenhuma, e esses jovens sobem lá para consumir entorpecentes, um perigo muito grande”, acrescentou o oficial.

Três rapazes e duas moças estavam na “aventura”

Moradores confirmaram que é muito comum esse tipo de “aventura” no local.

“Já me convidaram pra subir aí, mas eu me neguei. Todo fim de semana é constante. A única coisa que tem lá em cima é o vento que o pessoal curte lá”, morador.

O portal SELESNAFES.COM conversou com alguns jovens que revelaram com orgulho que frequentam o lugar nas alturas.

“A gente sobe só pra curtir uma brisa e uma maconha lá em cima. Dá até pra dormir. É uma coisa diferente, porque todo dia é a mesma rotina”, comentou o jovem.

Outro de 14 anos também disse que gosta de subir na caixa d água.

“Não, que é pão!”

Compartilhamentos