Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O empenho de policiais do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) terminou com a prisão de um dos suspeitos de participar do assalto à casa lotérica do Bairro do Pacoval, ocorrido na última segunda-feira (2).

A prisão ocorreu por volta das 16h da terça-feira. O trabalho começou depois que o 2º BPM encaminhou aos policiais imagens do assalto gravadas pelas câmeras de segurança do estabelecimento. Os policiais reconheceram um dos criminosos conhecido como “Morcego”, e decidiram fazer diligências no local onde mora, no Bairro Infraero II.

Já no bairro, a equipe recebeu informações de populares sobre um elemento suspeito em uma motocicleta parado em frente a uma loja de peças para bicicletas. O homem, que estava numa Titan preta, e tentou fugir assim que avistou a viatura. Contudo, ele acabou sendo interceptado alguns metros depois, próximo de uma borracharia.

Morcego chega para ser apresentado no Ciosp do Pacoval. Foto: Olho de Boto

Câmera captou “Morcego” dando cobertura a assaltante que estava dentro da lotérica. Foto: Reprodução

Quando ele retirou o capacete, os policiais o reconheceram imediatamente. Era Morcego. O nome verdadeiro é Sandro Brabo Cardoso, de 24 anos, com várias passagens pela polícia, especialmente por roubo. 

Durante a abordagem, ele confessou ter participado do assalto e indicou outro envolvido como o mentor do crime. Ele ainda não foi encontrado. Os policiais encontraram no celular de Morcego mensagens onde o assalto estava sendo combinado.

Comparsa ainda não foi preso. Foto: Reprodução

O criminoso ainda foi reconhecido por um funcionário da lotérica e um cliente que também foi vítima do assalto. Ele foi apresentado no Ciosp do Pacoval, e nesta quarta-feira (4) seguiu para audiência de custódia. Não foi informada a quantia levada da lotérica.

Compartilhamentos