Compartilhamentos

SELES NAFES

O laudo de constatação da Polícia Técnico-Científica do Amapá (Politec) comprovou que não houve estupro no caso da criança de dois anos que teria sido abusada pelo tio. Ele chegou a ser preso pela Polícia Militar, na noite da última quarta-feira (22).

A delegada de mulheres que recebeu o caso disse ao portal SELESNAFES.COM que o laudo definitivo ainda não ficou pronto, mas que o preliminar já é suficiente para descartar ou confirmar o crime. O tio, que passou a noite na Delegacia de Mulheres, foi libertado no início da manhã desta quinta-feira (23).

“Não houve nada. O médico da Politec informou que as marcas foram provocadas por alguma inflação, nada compatível com os dedos das mãos”, informou, nesta tarde, a delegada de Mulheres Regina Brandão.

O tio, que não teve o nome divulgado pelo portal SN, por precaução, foi libertado tão logo o laudo chegou, por volta das 3h da manhã. Ele havia sido preso pela PM por volta das 19h30min, em sua residência no Loteamento Sol Nascente.

A médica da UPA Marcelo Cândia chamou a polícia depois de atender à criança com dores na vagina. Segundo a PM, a menina teria indicado para a mãe que o tio teria introduzido os dedos em sua vagina.

“Eu já estava fazendo o flagrante, e disse a ele: ‘ você diz que é inocente, então peça a Deus, porque Deus é justo’. E ele passou a noite rezando, foi quando chegou o resultado do exame, e pela manhã mandei deixar ele em casa. Graças a Deus não o encaminhei para a audiência de custódia”, comentou a delegada.

Compartilhamentos